Caldeirada 2016

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Que tal uma caldeirada temperada com novos olhares sobre Belém? A imagem como mediação da vida contemporânea é o tema da Caldeirada – Comunicação e Cultura 2016.                                  
A caldeirada é um prato conhecido da população paraense. Seu preparo consiste na mistura de peixe com cebola, tomate, tucupi e outros ingredientes que são levados ao fogo e servidos em uma vasilha. Quando comunicação e cultura são temas de discussão no Brasil, não há como não recorrer à metáfora da mistura. É por essa razão que a Caldeirada – Comunicação e Cultura 2016, que ocorrerá nos dias 12, 13, 14 e 15 de setembro no Sesc Boulevard, em Belém, mais uma vez promove o encontro de diferentes linguagens e pensamentos em torno de um tema único, em uma grande fusão. Nesse ano, a temática será “Os múltiplos arrebatamentos do olhar: a imagem como mediação da vida contemporânea”.



















A Caldeirada realiza a sua segunda edição em formato ampliado, com quatro dias de programação. Em 2015, o evento foi realizado em apenas um dia. (Foto: Kleyton Silva)

Promovido pelo projeto Facom 4.0, que faz parte das atividades de extensão da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal do Pará (Facom/ UFPA), em parceria com o Sesc Boulervard, o portal de notícias Outros400 e a revista Na Cuia, o evento é a continuação da iniciativa começada no ano passado, que também levou o nome de Caldeirada. “A Caldeirada surgiu em 2015 como um espaço que se pretende permanente para discutir em profundidade os mais diversos temas relacionados à interface comunicação e cultura. Busca-se, assim, uma compreensão mais ampla dos modos de ser da sociedade contemporânea, em suas dimensões éticas, estéticas e políticas”, afirma Rosaly Brito, professora e pesquisadora da UFPA, uma das idealizadoras da ação.

A primeira edição, no entanto, consistiu em apenas um dia. Neste ano, serão cinco dias com ações divididas nos turnos da manhã, durante os dias 13, 14 e 15 de setembro, e no turno da tarde, 14 e 15. Na próxima segunda-feira, 12 de setembro, haverá o lançamento às 18h, no Cine Teatro do Sesc Boulevard. A mesa de abertura contará com a presença dos pesquisadores e professores da UFPA, Fábio Fonseca de Castro, Kátia Leite Mendonça e Maurício Rodrigues Souza, que debaterão a questão da imagem a partir das perspectivas comunicacionais, políticas e psicanalíticas.

Na programação, que ocorrerá no dia 14, de 14h às 16h, serão discutidos os estereótipos imagéticos da cidade de Belém, difundidos exaustivamente pela grande mídia.

Nas manhãs dos dias 13, 14 e 15, estudantes, professores e demais interessados terão contato com o ingrediente especial da Caldeirada 2016: o curso “Da estética da beleza à estética da percepção”, que será ministrado com entrada gratuita, tal como as outras programações, pelo professor de Filosofia da UFPA, Ernani Chaves. “Fiz esse curso com o professor Ernani anos atrás e posso garantir que a Caldeirada é uma oportunidade imperdível de entrar em contato com os conteúdos sobre o pensamento de Walter Benjamin que ele, Ernani, domina”, afirma Rosaly.

Além de parceiro e organizador do evento, o portal de notícias Outros400 estará presente na roda “(Sub)Versão do olhar: Reimaginando a cidade”. Na programação, que ocorrerá no dia 14, de 14h às 16h, serão discutidos os estereótipos imagéticos da cidade de Belém, difundidos exaustivamente pela grande mídia, e os modos de construir outros conceitos quando o objetivo é comunicar a vida na capital paraense. Também estarão presentes os coletivos Tela Firme e Jovens Comunicadores da Amazônia. Confira aqui a programa completa  e tenha acesso a mais informações.

Continue lendo...

Guajajara

Sônia Guajajara foi recebida com um canto de saudação na sala da Associação dos Povos Indígenas Estudantes na Universidade Federal do Pará (APYEUFPA), na última