olhosdahistoria

Mangueirão

O Mangueirão é um grande personagem da história do futebol paraense. Não há torcedor que não guarde uma memória do estádio. O problema é o

Ver-o-Peso

Belém discute a nova reforma do Ver-o-Peso. Mas, assim como no passado, trabalhadores e população questionam o projeto para o local, e se perguntam se

Maria Fumaça

A Estrada de Ferro Belém-Bragança foi uma importante via de transporte para muitos municípios paraenses. Hoje, além de construções antigas, o que restou dessa história

Transporte Fluvial

O transporte fluvial público em Belém não é um tema recente. A diferença é que no passado os projetos não eram tão ineficientes como agora.

Carnaval de Rua

O carnaval de Belém possui uma história cheia de mudanças. Da farra no bairro do Comércio até os blocos que desfilam na Cidade Velha hoje,

Cabanagem

O Memorial da Cabanagem foi inaugurado em 1985 em Belém como uma homenagem ao cabano anônimo do movimento político amazônico. Mas a quem servem as

O chifre da cidade

Como presente para Belém, a Prefeitura inaugurou um monumento onde antes dormiam moradores de rua. Autoridades civis e religiosas foram aplaudir. Qual o significado?  

São Ninja Liberto

Um prédio com mil portas. Dos mais antigos, dos mais falados, dos mais vividos. São José esteve lá desde o início, mas não pôde impedir

Capela de São João Batista

Atualmente funciona só como capela, mas já foi utilizada como prisão para o próprio padre do local, por ter se posicionado contra a escravização indígena.

Praça Dom Alberto Ramos

Sétimo arcebispo de Belém, Dom Alberto Ramos foi um entusiasta do golpe de 1964 e entregou padres de sua diocese aos militares. Ele também é